Kadinho de Ideias®

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

sábado, 25 de fevereiro de 2012

A consciência tranquila é o melhor travesseiro.

O amor em Jesus produz raios de vida abundante

Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito.

Sem Rancor!

Não Provoque!!!

Vale mais repelir dez verdades do que admitir uma só mentira, uma falsa teoria.

Me chama de horário de verão...

Se nós pudéssemos colocar uma legenda na frente de cada conjunto residencial, de cada cidade, [...]

Homens fiéis são mais inteligentes que os infiéis.

ATENÇÃO!!!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

A desilusão é a vista da verdade

Te percebo infinitamente porque te enxergo com os olhos da minha alma...

E se suas ações contradizem suas palavras, [...]

Agradece os encargos que a vida te confia, procurando [...]

Hamonia das Diferenças



"Você já pensou que o nosso grande problema, nas relações pessoais, é que desejamos que os outros sejam iguais a nós?

Em se falando de amigos, desejamos que eles gostem exatamente do que gostamos, que apreciem o mesmo gênero de filmes e música que constituem o nosso prazer.

No âmbito familiar, prezaríamos que todos os componentes da família fossem ordeiros, organizados e disciplinados como nós.

No ambiente de trabalho, reclamamos dos que deixam a cadeira fora do lugar, papel espalhado sobre a mesa e que derramam café, quando se servem.

Dizemos que são relaxados e que é muito difícil conviver com pessoas tão diferentes de nós mesmos. Por vezes, chegamos às raias da infelicidade, por essas questões.

E isso nos recorda da história de um menino chamado Pedro. Ele tinha algumas dificuldades muito próprias.

Por exemplo, quando tentava desenhar uma linha reta, ela saía toda torta.

Quando todos à sua volta olhavam para cima, ele olhava para baixo. Ficava olhando para as formigas, os caracóis, em sua marcha lenta, as florzinhas do caminho.

Se ele achava que ia fazer um dia lindo e ensolarado, chovia. E lá se ia por água abaixo, todo o piquenique programado.

Um dia, de manhã bem cedo, quando Pedro estava andando de costas contra o vento, ele deu um encontrão em uma menina, e descobriu que ela se chamava Tina. E tudo o que ela fazia era certinho.

Ela nunca amarrava os cordões de seus sapatos de forma incorreta nem virava o pão com a manteiga para baixo.

Ela sempre se lembrava do guarda-chuva e até sabia escrever o seu nome direito.

Pedro ficava encantado com tudo que Tina fazia. Foi ela que lhe mostrou a diferença entre direito e esquerdo. Entre a frente e as costas.

Um dia, eles resolveram construir uma casa na árvore. Tina fez um desenho para que a casa ficasse bem firme em cima da árvore.

Pedro juntou uma porção de coisas para enfeitar a casa. Os dois acharam tudo muito engraçado. A casa ficou linda, embora as trapalhadas de Pedro.

Bem no fundo, Tina gostaria que tudo que ela fizesse não fosse tão perfeito. Ela gostava da forma de Pedro viver e ver a vida.

Então Pedro lhe arranjou um casaco e um chapéu que não combinavam. E toda vez que brincavam, Tina colocava o chapéu e o casaco, para ficar mais parecida com Pedro.

Depois, Pedro ensinou Tina a andar de costas e a dar cambalhotas.

Juntos, rolaram morro abaixo. E juntos aprenderam a fazer aviões de papel e a fazê-los voar para muito longe.

Um com o outro, aprenderam a ser amigos até debaixo d’água. E para sempre.

Eles aprenderam que o delicioso em um relacionamento é harmonizar as diferenças.

Aprenderam que as diferenças são importantes, porque o que um não sabe, o outro ensina. Aquilo que é difícil para um, pode ser feito ou ensinado pelo outro.

É assim que se cresce no mundo. Por causa das grandes diferenças entre as criaturas que o habitam.

A sabedoria divina colocou as pessoas no mundo, com tendências e gostos diferentes umas das outras.

Também em níveis culturais diversos e degraus evolutivos diferentes.

Tudo para nos ensinar que o grande segredo do progresso está exatamente em aprendermos uns com os outros, a trocar experiências e valorizar as diferenças."


~ Baseado no livro Pedro e Tina, de autoria de Stephen Michael King, Ed. Brinquebook ~

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Obrigado Senhor!

O amor jamais foi um sonho, o amor, eu bem sei, já provei [...]

As atitudes sãoos espelhos do seu caráter.

Tá faltando mulher que se dê valor. [...]

Nunca desista de ser Feliz!!

Se um homem menstruasse?

Decepções são apenas uma forma de Deus dizer: Eu tenho ....

Não são as espécies mais fortes que sobrevivem, nem as mais inteligentes...

Só a participação cidadã é capaz de mudar o país!

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Faz da tristeza confete, joga pro ar e deixa o vento levar.

Neste Carnaval, se beber não flerte...


Fonte: Mulher 30

Rápida Passagem



" Conta-se que no século passado, um turista americano foi à cidade do Cairo, no Egito. Seu objetivo era visitar um famoso rabino.O turista ficou surpreso ao ver que o rabino morava num quarto simples, cheio de livros. As únicas peças de mobília eram uma mesa e um banco.
Onde estão os seus móveis? Perguntou o turista.
E o rabino bem depressa perguntou também:
Onde estão os seus?
Os meus? Disse o turista. Mas eu estou aqui de passagem.
Eu também. Falou o rabino.

* * *
A vida na Terra é somente uma passagem. No entanto, vivemos como se fôssemos ficar aqui eternamente.
A grande preocupação é amontoar coisas. São casas na cidade, na praia, no campo, no Exterior.
Vários carros de cores, marcas e potências diferentes, para ocasiões diversas. Inúmeras roupas, dezenas de calçados, prédios, terrenos, joias. Quanto mais se possui, mais se deseja.
Justo que o homem anseie pela casa confortável, vestimenta adequada à estação, boa alimentação.
Tudo isso faz parte da vida material. São coisas necessárias para nos manter e podermos gozar de relativa segurança.
Entretanto, por que ajuntar tantas coisas, utilizando um tempo enorme em trabalho constante, sem nos preocuparmos com a vida do Espírito?
De um modo geral, afirmamos que não temos tempo para orar, para ler e estudar a respeito do mundo espiritual, do porquê nascemos e vivemos.
Nossa preocupação é exclusivamente no campo profissional, para ter sucesso, ganhar sempre mais.
Essa maneira de pensar é tão forte em nós que, ao auxiliarmos nossos filhos a se decidirem por essa ou aquela profissão, costumeiramente sugerimos que eles escolham a mais rendosa. Aquela profissão que, num tempo muito curto, trará excelente retorno.
Preocupamo-nos com as notas da escola, com seu desempenho nos esportes, nas artes.
Tudo muito correto! Mas, e quanto ao Espírito? Quando teremos tempo para lhes falar de Deus, da alma, de Jesus, da lei de amor?
Quando nós mesmos teremos tempo para frequentar um templo religioso? Para ajuntar tesouros espirituais, trabalhando as virtudes em nós?
Lembremos que a vida no corpo é uma passagem apenas.
Vivamos bem mas, de forma sábia, também cultivemos as coisas do Espírito, preparando a nossa vida para além da tumba.

* * *

A vida espiritual é a verdadeira vida. A vida terrena é breve e tem por objetivo o progresso do Espírito.
Estamos na Terra exatamente como alguém que chegasse de um lugar distante, parasse em uma determinada estação, ali permanecesse por um tempo e, depois, tomasse a condução de volta ao ponto de origem.
Assim são as nossas idas e vindas da Pátria espiritual para a Terra e daqui para lá.
Por esse motivo asseverou Jesus na parábola do homem que encheu os seus celeiros e se preparou para aproveitar tudo, ao máximo: Louco. Ainda esta noite a morte virá te buscar a alma. •.•.°*

- Conto do livro Histórias da alma, histórias do coração -
Christina Feldmann e Jack Kornfield.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Se o amor é fantasia. Eu me encontro ultimamente em pleno Carnaval.

Aquele que desperdiça o dia de hoje, lamentabdo o de ontem,....

A língua que muito fala tem pouco tempo para fazer.

Eu olho para você e tenho tanta, mas tanta alegria em saber que você existe.

Os cães nunca mordem. Só os humanos.

Deus nunca disse que a jornada seria fácil, mas...

Qual sua operadora mesmo?

Acredite!!



"A Dúvida é uma das maiores, senão o maior, inimigo da tua evolução.
Trabalhe a autoconfiança e lute incessantemente por tua organização ínitma e conquistarás, passo a passo, a transformação moral que te ligará, permanentemente, ao Pai.
Acredite que és centelha divina e a tua luz te libertará dos medos e inseguranças que te escravizam, impedindo a aceleração do teu crescimento."

Muita Paz! Irmã Elisabete"

~Extraído do Livro Rosas de Elisabete- Psicografia Marilinda Lima ~